segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

"Tenho um problema", se estivermos a falar e se por acaso me falaram que actor ou actriz X fez isto ou aquilo, a minha cabeça fica numa roda viva, isto porque muitas das vezes tenho dificuldades em "saber" qual é a pessoa em questão, claro que se me disserem que o actor X, que fez o filme tal, e que se chamava(nome do personagem), chego lá com muita mais facilidade.
Porém se forem actores no geral emblemáticos claro que não vale a pena estar com todo aquele mimimi, ou se for alguém do qual eu gostei imenso do filme, e fiz uma ou outra pesquisa sobre a pessoa, e o nome fica na memória, de resto, tem sempre que vir com a história que fez este filme e tal...
Alguém de identifica comigo?
With love.
Vanessa.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Gosto de fazer experiências comigo própria, seja no trabalho, seja a nível de saúde, e escrevi um texto, do qual falo que estamos a reduzir muito o consumo da carne e peixe mas mais carne e vermelha,falei sobre questões de saúde, e depois de comentar com pessoas que vivem ao meu redor, quis fazer a experiência de que não iria comer carne vermelha durante um x de tempo, e que depois comeria só para ver o que a carne nos faz! Dito isto, levei 2 semanas que não comi qualquer tipo de carne vermelha, mas  sexta passada-feriado-, fomos almoçar fora e decidimos que íamos experimentar um restaurante que faz rodízio de carnes, lá fomos nós e pedimos o rodízio mais pequeno, afinal aquilo já tinha alguma carne, e, ainda tínhamos direito a buffet quente e saladas(que eu adorei!), começou então o rodízio da carne, de facto a carne parecia que tinha outro sabor já não comia carne há uns bons dias (2 semanas)e de facto até saboreei melhor, constatei é que fiquei super cheia com muita facilidade, e quem já foi a rodízios de carne sabe que eles cortam a carne fininha, mas eu na 3 rodada comecei mesmo a ficar cheia... Saímos de lá super satisfeitos, quase a rebolar, e não, não comemos assim muito mas de facto o nosso corpo está é habituado a outro tipo de alimentação.Demos uma volta ao shopping, visto que o restaurante era dentro do shopping e tínhamos sessão de cinema dali a pouco tempo....
Viemos para casa e nem jantámos, vimos mais um filme que se queria ver, e começo a sentir uma enorme dor de barriga, mas no inicio não era cólica, era tipo dor abdominal não sei explicar, já na cama vira-me e voltava a virar-me e por instinto passo a mão na cara e sinto logo 3 borbulhas, borbulhas essas que eu não tinha!Mas pronto, entre wc, chás, e muitas cólicas lá consegui adormecer.

Conclusão:de facto existe qualquer coisa na carne vermelha que a mim me faz mal, o homem  sentiu-se cheio, mas não teve quaisquer sintomas dos que eu tive.
Experiência mais que positiva, agora é mesmo cortar a carne vermelha.

Ps:Não sei como fiz, mas apaguei imensos comentários vossos de textos anteriores, peço desculpa a quem comentou e por mero acaso o seu comentário foi apagado!:(

With love.
Vanessa.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Quando criei este espaço-depois de uns dois terem sido "esquecidos"ou "eliminados"- disse para mim mesma que a este não lhe ia acontecer o mesmo, podia não haver textos todos os dias, mas, queria que isto se torná-se como um diário para que (talvez) no futuro possa mostrar aos meus filhos como era a mãe deles, antes e depois de casar.
O blogue/diário é meio público e se por momentos tenho imensa vontade de contar ao resto da família que tenho um espaço onde escrevo, por ou lado penso que será melhor assim, vocês sabem que me chamo Vanessa, que casei há pouco tempo, que sou alentejana mas que vivo em Lisboa e pouco mais, conto coisas do meu dia-a-dia, das minhas doidices, inseguranças, tristezas, alegrias, afinal isto é um diário aberto para todos os que me seguem...
Falei que o meu blogue era meio público e que às vezes tenho vontade de contar ao resto da família , pois as pessoas mais importantes para mim sabem que tenho este espaço(marido e irmã) e de facto a minha irmã até me diz que adora tudo o que escrevo, e que "mata saudades" da minha pessoa ao ler mais um texto, mais uma aventura, ou simplesmente mais uma reflexão.
Porém tenho sentido que falta algo neste espaço, que mesmo sendo um diário não é actualizado todos os dias, ou tanto como eu gostaria, porque eu trabalho, chegou muitas das vezes a casa perto das 8 da noite, janto, tomo um banho rápido e aproveito o resto que me falta para dar atenção ao marido, e claro os fins-de-semana aproveitamos da melhor maneira, e por vezes o espacinho fica de lado é um facto, mas... se quero guardar este cantinho para que um dia possa mostrar como eu era, tenho que o alimentar e depois de muito pensar e de facto pensei muito, aliás isto parece uma loucura mesmo ahah, vou começar a criar conteúdo aos fins-de-semana e começar a "libertar" ás segundas, e quintas, se correr bem vou colocar um dia a mais, mas neste momento prefiro comprometer-me com dois textos por semana, é claro que se houver mais "alimento" posso fazer um texto extra.Não quero de todo que este diário volte a ser esquecido, muito menos parado e, por isso prefiro estes dias, para que todas as semanas possam saber um pouco mais sobre mim.

Outra alteração é que também vou começar a responder aos vossos comentários no próprio o texto e assim não me esqueço de ninguém.
Obrigada.

sábado, 2 de dezembro de 2017

Dezembro

Dezembro... Último mês do ano, e que ano...
Que venham dai os dias bem frios, as lareiras e as mantas.As conversas até de madrugada sobre o quanto adoramos o tempo frio ,acompanhadas de um chá quente ou chocolate feito em cima do pé.
Das noites enrolados em mantas a ver filmes que já vimos imensas vezes mas que desta vez "vamos descobrir um novo detalhe que nos escapou", afinal todos os momentos são bons para fortalecer (mais)o que nos une.Que venham as decorações, as "boas-festas", a correria para comprar esta prenda ou para fazer aquele embrulho... Os doces, as paparocas habituais desta época festiva... Que venha daí o Natal.... :).

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Consegui!!

Finalmente consegui com que o meu marido deixá-se de beber leite de vaca! Isso mesmo, eu não bebo leite de vaca há uns bons meses, sempre que bebia leite de vaca parecia que ficava inchada e que o leite não fazia bem e digestão até que decidi provar vários tipos de leite. Já tinha provado de soja e gostava, de arroz idem idem, porém este não gostei do sabor, achava-o deslavado não sei...  Passei à frente e voltei para o de soja, que era o meu favorito, até que ele me disse que queria provar outros tipos de leite e aproveitei para comprar e provar o d'aveia. É tão bom! Uma maravilha mesmo (para quem gosta claro). E pronto, mais uma conquista!! Estou tão orgulhosa dele e de nós! 😄 Estou feliz por ele e por mim, mas mais por ele. Vê-lo mudar a sua alimentação é de facto excelente e já lhe agradeci por isso!
Vanessa.*